domingo, 12 de novembro de 2017

Avulsas...

Amigos,

Uma aleatória sequência de fotos para revivermos esse mundo interessante da F-1...

Ai eu pergunto: O que estes pilotos tem em comum nesses momentos distintos da categoria???

Façam seus comentários...

GP da Bélgica de 1976 - Circuito de Zolder
#30 - Emerson Fittipaldi - Copersucar-Fittipaldi - Copersucar FD04 - motor Ford Cosworth DFV V8 3.0 - pneus Goodyear

GP da Inglaterra de 1974 - Circuito de Brands Hatch
#35 - Mike Wilds - Dempster International Racing Team - March 731 - motor Ford Cosworth DFV V8 3.0 - pneus Firestone

GP do Japão de 1976 - Circuito de Fuji
#54 - Tony Trimmer - Maki Engineering - Maki F102A - motor Ford Cosworth DFV V8 3.0 - pneus Goodyear

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Diversidades...

A diversidade dos bólidos da F1 nas décadas de 1970, 1980 e 1990...

Os carros foram escolhidos aleatoriamente... 

Rolf Stommelen durante a Corrida dos Campeões de 1972 com Eiffeland March E21 (derivado do March 721)...

Disputou 8 provas na temporada e o melhor resultado foi o 10º posto nos GPs de Mônaco e Inglaterra...

Andrea de Cesaris com o Brabham BT56 durante a disputa do GP Bélgica de 1987...

O melhor resultado do italiano nesta temporada foi o 3º no GP belga...

Michael Schumacher e seu Benetton Ford B193B durante o final de semana do GP de Mônaco de 1993...

Com esse modelo Schumacher disputou 14 das 16 provas da temporada e o melhor resultado foi a vitória no GP de Portugal...

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Skol...

Temporada de 1980...

GP do Oeste dos EUA - circuito de Long Beach...

O finlandês Keke Rosberg (Skol Fittipaldi Team - Fittipaldi F7 - motor Ford Cosworth DFV V8 3.0 - pneus Goodyear) à frente de David Kennedy - Shadow DN11 durante a disputa do GP norte-americano...

22º colocado no grid de largada, Rosberg foi galgando posições até atingir o 7º posto no giro #51 da prova. Ali se manteve até que na volta #58 foi traído pela quebra do motor forçando seu abandono...

O Fittipaldi F7 foi um projeto de Harvey Postlethwaite cujo 'DNA' de origem está no Wolf WR9 da temporada anterior...

Emerson Fittipaldi levou seu F7 da 24ª posição de largada ao 3º posto ao final das 80 voltas... O 'rato' sabia como ninguém poupar o equipamento e este foi seu último pódio na categoria...

A vitória foi de Nelson Piquet (Brabham) com Riccardo Patrese (Arrows) na 2ª posição...

Além da vitória, Nelson Piquet foi o pole position e anotou o giro mais rápido da prova com o tempo de 01:19.830...

--> 1ª pole position e 1ª vitória de Nelson Piquet; 35º e último pódio de Emerson Fittipaldi; 100º GP de Mario Andretti; 132º e último GP de Clay Regazzoni; 21ª vitória da equipe Brabham; 3º e último pódio da equipe Fittipaldi e 127ª vitória do motor Ford Cosworth na F-1...

Foto: Kurt Oblinger

sábado, 7 de outubro de 2017

Olhares...

Temporada de 1978...

GP do Canadá - circuito de Montreal...

Sob os olhares (e clicks) dos fotógrafos, Jean-Pierre Jarier #55 e Mario Andretti #5 (ambos com o Lotus 79) aguardam o momento de irem para a pista. O 'mago' Colin Chapman observa a tudo atentamente...

O GP canadense, o último da temporada, teve 70 voltas. Jarier largou da pole position, liderou a prova por 41 voltas, mas no giro #49 abandonou a disputa devido a problemas na bomba de óleo. Andreti, 9º no grid de largada, terminou a disputa na 10ª posição a 1 volta do vencedor...

A vitória foi do canadense Gilles Villeneuve (Ferrari). Jody Scheckter (Wolf) e Carlos Reutemann (Ferrari) completaram o pódio...

Alan Jones (Williams) anotou o giro mais rápido da prova com o tempo de 01:38.072...

--> 1ª vitória de Gilles Villeneuve; 3ª e última pole position de Jean-Pierre Jarier; 100º GP de Carlos Reutemann e Niki Lauda; 73ª vitória da equipe / motor Ferrari e 13º e último pódio da equipe Wolf na F-1...

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Sessão de testes - Ligier JS5...

O Ligier JS5 em seus primeiros testes no final de 1975, provavelmente no circuito francês de Paul Ricard...

Jacques Henri Laffite dividiu os testes do JS5 com o compatriota Jean Pierre Beltoise...

O JS5 teve a assinatura de Gérard Ducarouge (Diretor Técnico), Michel Beaujon (Design) e Robert Choulet o responsável pela parte aerodinâmica...

Era equipado com o motor Matra MS73 V12 com transmissão Hewland TL 2-200 e usava combustível / lubrificante Shell. Os pneus foram fornecidos pela Goodyear e o peso total era de 605 kg (sem o piloto)...

Sua estreia foi no GP do Brasil de 1976 e a equipe francesa disputou a temporada com apenas um piloto (Jacques Laffite)...

O melhor resultado foi o 2º lugar no GP da Áustria... No GP da Itália foi o pole position...



quinta-feira, 28 de setembro de 2017

DN8 17T...

Temporada de 1977...

GP da Espanha - Circuito Jarama...

Os mecânicos e engenheiros da Shadow Racing Team analisando após os testes o Shadow DN8 do australiano Alan Jones durante o final de semana do GP espanhol...

Jones alinhou seu DN8 na 14ª posição do grid de largada, conquistou 6 posições durante a prova mas no giro #56, quando ocupava a 8ª posição, abandonou a disputa após acidentar-se com Rupert Keegan (Hesketh) ao defender a posição...

Ao final das 75 voltas a vitória foi de Mario Andretti (Lotus). Carlos Reutemann (Ferrari) foi o 2º colocado e Jody Scheckter (Wolf) completou o pódio...

Jacques Laffite (Ligier) anotou o giro mais rápido da prova ao anotar 01:20.810s...

--> 4ª vitória de Mario Andretti; 1ª melhor volta de Jacques Laffite; 50º GP de Jochen Mass; 60ª vitória da equipe Lotus; 1ª melhor volta da equipe Ligier; 99ª vitória do motor Ford Cosworth e 50º GP do motor Alfa Romeo na F-1...

domingo, 24 de setembro de 2017

Duelo...

Temporada de 1978...

GP do Oeste dos EUA - circuito de Long Beach...

O sueco 'voador' Ronnie Peterson (Lotus 78 - motor Ford Cosworth DFV V8 3.0 - pneus Goodyear) à frente do italiano Riccardo Patrese (Arrows FA1 - motor Ford Cosworth DFV V8 3.0 - pneus Goodyear).

Peterson e Patrese travaram uma ferrenha disputa pela posição durante 42 voltas com o sueco levando a melhor. Peterson terminou a disputa na 4a posição e Patrese em 6o lugar.

Ao final dos 80 giros o vencedor foi o argentino Carlos Reutemann (Ferrari) que ponteou 42 voltas. Reutemann largou da pole position e ficou a +11.061s à frente de Mário Andretti (Lotus) o 2º colocado. Patrick Depailler (Tyrrell) completou o pódio...

--> 7ª vitória e 20º pódio de Carlos Reutemann; 1ª melhor volta de Alan Jones; 50º GP de Arturo Merzario; 70ª vitória da equipe/motor Ferrari; 1ª melhor volta da equipe Williams e 150º GP do motor Ford Cosworth na F-1...

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Autógrafo...

Temporada de 1980...

GP de Mônaco - circuito de Monte Carlo...

O argentino Carlos Reutemann (Williams FW07B) à frente do francês Jacques Laffite (Ligier JS11/15) durante a disputa do GP monegasco...

Reutemman, que partiu da 2ª posição do grid, liderou por 22 giros, cravou a melhor a voltta com 1:27:418s e venceu a disputa com 1:13:629s de vantagem sobre Laffite...

Nelson Piquet (Brabham BT49) completou o pódio...

A curiosidade nesta foto fica por conta do autógrafo de Jacques Laffite...

--> 10ª vitória para Carlos Reutemann; 1ª pole position de Didier Pironi; 7ª vitória da equipe Williams e 129ª vitória do motor Ford Cosworth na F-1...

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

The King, The Prince and The Boss...

Temporada de 1971...

XLII GP da Itália - circuito de Monza...

O 'trio' de ouro da Tyrrell: Jackie Stewart, Ken Tyrrell e François Cevert...

O 'chefão' observa seus pilotos antes da disputa no lendário circuito de Monza...

Na prova italiana Stewart partiu da 7ª posição do grid, chegou a liderar por 1 volta mas abandonou a prova no giro #15 com problemas no motor...

François Cevert, que partiu da 5ª posição do grid, ponteou por 7 voltas terminando a disputa na 3ª colocação...

A prova foi eletrizante: Peter Gethin (BRM) foi o vencedor com 0,010s à frente de Ronnie Peterson (March) e 0,090s de Cevert (o 3º colocado). O 4º colocado foi Mike Hailwood (Surtees) a 0,180s do vencedor e Howden Ganley (BRM) o 5º colocado a 0,610s de Peter Gethin... Os 5 primeiros colocados cruzaram a linha de chegada dentro do mesmo segundo...

--> 1ª e única vitória e 1º e único pódio de Peter Gethin; 1ª e única melhor volta para Henri Pescarolo; 16ª vitória da equipe / motor BRM e 1ª pole position da equipe Matra na F-1...

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Inspeção...

Temporada de 1964...

XII GP da Holanda - circuito de Zandvoort...

Alinhado no grid de largada está Jim Clark com seu Lotus 25 equipado com o motor Climax FWMV V8 1.5 e pneus Dunlop...

Mas antes da partida o carro é 'minuciosamente inspecionado' pelo seu criador - o mago Colin Chapman...

Clark, partindo da 2ª posição no grid, tomou a dianteira do pole position Dan Gurney ainda no 1º giro e após 80 voltas sagrou-se vencedor. 53s atrás chegou John Surtees com seu Ferrari 80 e completando o pódio Peter Arundell com seu Lotus Climax 79...  

--> 11ª vitória de Jim Clark; 2º e último pódio de Peter Arundell; 16ª vitória da equipe Lotus; 1ª pole position da equipe Brabham; 31º e último GP da equipe Porsche e 30ª vitória do motor Climax na F-1...

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Paddock...

Temporada de 1969...

XXII GP da Inglaterra - circuito de Silverstone...

Ases indomáveis: Piers Courage (Frank Williams Racing Cars    - Brabham BT26A), Jean-Pierre Beltoise (Matra International - Matra MS84), Jochen Rindt (Gold Leaf Team Lotus - Lotus 49B), Vic Elford (Antique Automobiles    - McLaren M7A) e Jackie Oliver (Owen Racing Organisation - BRM P133)...

Após 84 voltas, Rindt foi o 4º colocado, Courage o 5º e Elford o 6º. Beltoise foi o 9º e Oliver não terminou a prova.

Jackie Stewart (Matra) foi o vencedor. Jacky Ickx (Brabham) e Bruce McLaren (McLaren) completaram o pódio...

--> 10ª vitória de Jackie Stewart; 8ª vitória da equipe Matra e 21ª vitória do motor Ford Cosworth na F-1...

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Shadow...

Temporada de 1976...

XXXIV GP de Mônaco - circuito de Monte Carlo...

A dupla da Shadow durante o GP monegasco: #16 - Tom Pryce e #17 - Jean Pierre Jarier - com o Shadow DN5B que era equipado com o motor Ford Cosworth DFV 3.0 V8...

Na prova Pryce largou da 15ª posição e terminou na 8ª. Jarier partiu da 10ª posição do grid terminando a disputa na 8ª colocação.

Após 78 voltas a vitória foi de Niki Lauda (Ferrari) que liderou de ponta a ponta. Jody Scheckter e Patrick Depailler, a dupla da Tyrrell, completaram o pódio. Emerson Fittipaldi (Copersucar) terminou a prova num honroso 6º lugar.

--> 11a vitória e 20a pole position para Niki Lauda; 10º pódio para Jody Scheckter; 63a vitória da equipe Ferrari e 200º GP da equipe Lotus na F-1...

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Rato no Box...

Amigos,

O artigo abaixo foi extraído do (ótimo) blog Histórias que Vivemos, do amigo Rui Amaral Jr e relata, em detalhes, o teste (e o veredito) de Emerson Fittipaldi com o tão aguardado F-6 em Interlagos para a temporada de 1979.

A autoria deste maravilhoso relato é de Mario Marcio G. Souto Maior, o "Cuca" e foi postado em 22 de agosto de 2011.

Passados quase 5 anos de sua publicação no blog do Rui, vale a pena mergulhar nessa história...

Confiram...

===

Emerson Fittipaldi e o F-6 em Interlagos...
Teste do F6...

Há algum tempo, que o amigo Rui Amaral me pediu para escrever um texto para o Histórias. Talvez tenha se passado alguns meses, talvez um ano, não importa, o fato é que sentei para escrever sobre o meu grande ídolo Emerson Fittipaldi. Poucas pessoas tem o talento nato de pilotar um carro como o Emerson, segundo seu irmão Wilson, que diz que viu poucos pilotos assim, e cita Graham Hill, Ronnie Peterson, Jackie Stewart e Airton Senna, palavras do Wilsinho. Segundo ele, o que o Emerson leva uma volta para entender o comportamento de um carro, ele, Pace ou Piquet, levariam 30 ou 40 voltas. Que fique claro que o Wilsinho não esta falando em pilotagem e sim em sentimento, pois, qualquer um dos que ele citou mesmo não tendo este sentimento, com certeza são excelente pilotos. Por tanto, o que vou relatar, diz exatamente isso, como um cara como o Emerson, desafiou um carro e deu um veredicto final.

Muito se fala sobre o primeiro teste do Copersucar F6, em 8 de janeiro de 1979, bom, eu estava lá, e o que vou relatar, é o que eu vi, e quero deixar bem claro que eu estava ao lado do Wilsinho pois era uma rato de box, e com certeza ele nem sabia quem eu era.

O dia amanheceu bonito, fui para Interlagos sozinho e de ônibus, entrei pelo antigo portão 3, um funcionário me indicou o caminho das arquibancadas, agradeci, e lógico, fui pelo túnel até os boxes. O F6 estava lá, Darci,  Ricardo Divilla e alguns mecânicos mexiam nele. Foi o tempo de eu observar como era belo e bem feito o F6, fiquei orgulhoso de ser brasileiro, como sou até hoje.

Alguns minutos se passaram e Wilsinho e Emerson chegam num BMW branco. Era um BMW cheio de aerofólios, abas e na minha modesta opinião, feio "pra carai", nunca achei aquilo bonito, mas enfim, era o carro do Wilson Fittipaldi. O Emerson já estava de macacão, depois de uns 15 ou 20 minutos, com um largo sorriso, entrou no carro, falou com o Wilson e combinou três voltas lentas e uma parada no box para uma revisão no estado do carro.

Ao lado de Emerson está o Ricardo Divila e lá atrás certamente uma daquelas cabeças é a do Cuca...
Emerson foi para a pista e fez a primeira volta pelo anel externo, bem lentamente. Passou na frente dos box, a uns 150, 160 km/h, entrou na curva "Um" sem frear e um enorme barulho de pneus cantando tomou conta do autódromo, ai começou o drama. Wilsinho gritou:

-Ele rodou...

Eu estava ao seu lado e disse:

-Não, ele esta entrando na "Dois"...

Emerson deixou o carro rolar na "Dois", "embicou" o F6 no retão e acelerou a barata a fundo.

Aqui, vale um adendo: o F6 tinha uma particularidade, os escapamentos virados para a frente do carro e saiam na lateral do F6, isso dava um ronco muito característico ao F6, pois o som saía pelas laterais e batia nos guard rails e produzia um som muito alto e embolado, que o Emerson depois disse não gostar, e não era para gostar mesmo, pois o som não era bonito, era assustador, fazia o autódromo parecer pequeno.

Enfim, o Emerson acelerou e fez a "3" e a "4".  A esta altura, o Wilsinho, eu e um monte de gente já estávamos na grade do "Laranja". O Emerson saiu da quatro e desacelerou. e "chacoalhou" o caro de um lado para ou outro e enfiou o pé no acelerador novamente, rumo a "Ferradura". O Wilsinho já perguntava em voz alta:

-O que ele esta fazendo ? Tem alguma coisa errada...

Emerson veio pela reta que antecede a "Ferradurra" rápido e mandou o F6 para dentro.

Chego a me arrepiar quando lembro... O carro chimava, gritava os pneus, e o Rato segurando o bicho com um cavalo bravo... Fez a "Ferradura", e novamente desacelerou, mais uma vez,"chacoalhou" o F6 e pé em baixo. Subiu o “Lago“, "Reta Oposta", "Sol" e "Sargento" e a bota em baixo, urrando ele passou pelo "Laranja", o F6 parecia um Kart saindo nas quatro rodas. Wilsinho de boca aberta só disse:

-Que é isso...

Emerson freiou forte na entrada do "S" e fez o "Pinheirnhho", "Bico de Pato" e "Mergulho" muito devagar. O Wilsinho disse já se mexendo para voltar para o boxes.

-Ele vai parar...

Enquanto caminhávamos para os box, ouvimos o assustador ronco do F6, corremos em direção a mureta dos boxes, quando chegamos, Emerson vinha saindo do "Café" de pé em baixo. Foi o tempo de debruçar na mureta e o F6 passar num pau...Wilsinho colocou a mão na cabeça e gritou:

-Ele é louco, ta querendo se matar...

O F6 entrou na curva "1", chimando e reclamando,fez a "2", "Retão", e nós, mais uma vez corremos para  a grade do "Laranja".

O que posso dizer, é que o F6 virou um Kart na mão do Emerson. Ele veio em direção a "Ferradura", numa tomada muito "doida", e mandou fundo, o F6, malcriadamente, jogou a traseira, Emerson só deu um toque no volante, e fez a "Ferradura" em uma espetacular derrapagem controlada, com se estivesse andando num carrossel... Nunca, na minha vida, vou esquecer da posição das mão do Emerson, tranquilas e firme...somente segurando o volante com toda a "finesse" que lhe era característica. Bom, o F6 subiu o lago,"Reta oposta", "Sargento" e passou diante dos meus olhos no "Laranja", saindo nas quatro, como se costuma dizer, mas totalmente na mão do "Rato". Ai aconteceu algo inesperado. Ouvi muita gente gritando,: "Sai,sai,sai". Quando olhei, vi que um desavisado jardineiro, estava atravessando a pista logo após a curva do "Café". Wilsinho estava tão concentrado no irmão, que nem percebeu o que estava acontece. Para piorar, o cara parou no meio da pista e ficou a perguntar o que estava acontecendo. Felizmente, um bombeiro foi lá e o retirou da pista, mas até hoje me pergunto, o porque teria um cara tão desavisado, num dia de teste de um F1, com aquele enorme barulho, entrar com um trator no meio da pista?

Depois de uma violenta freada na entrada do box, o F-6 perde parte da carenagem...
O Emerson vinha acelerando até a entrada do boxes, onde deu um violenta freada, o que fez a carenagem do F6 voar longe...Entrou no box e parou no meio da pista. Cabeça baixa, tirou as luvas, desafivelou o capacete, e olhou fixamente para o irmão, que tinha acabado de sentar no pneu dianteiro do lado esquerdo. Com o dedo indicativo, Emerson fez um sinal de "vem aqui" para o  Ralph Bellamy  e disse:

-Tem algo de muito errado neste carro, ele não faz curvas, quase me jogou em cima do muro na primeira volta.

Ralph Bellamy , perdeu uma ótima oportunidade de ficar calado, e disse que o problema era o Emerson que não sabia pilotar um "carro asa".

Neste momento, meus amigos, a coisa descambou um pouco, mas o que vi, foi o Emerson, calmamente, soltar o cinto de segurança, descer do carro e colocar a mão no ombro do  Ralph Bellamy, mas não numa atitude agressiva, o que eu acho é que o Ralf se assustou e foi andando para trás, até encostar na parede, ai sim, com dedo em riste, o Emerson falou:

-Nunca mais diga que eu não sei pilotar um formula 1, Respeite ao menos meu bicampeonato.

O mais incrível, é que isto aconteceu em dez ou vinte segundos, e que o Wilsinho partiu para cima do Ralf, e o Emerson que fez  "deixa disso..."

Passado isso, Reginaldo Leme vai entrevistar o Emerson.

RL

-Emerson, dá para pensar em vitórias este ano.

EF

-Olha, foi só um teste para ver se estava tudo bem com o carro, eu não conheço o carro, o carro também não me conhece, mas vamos ver, vamos tentar.
Emerson pula para dentro do box, eu rato que era pulo atrás e me escondo atrás de uns pneus empilhados. Logo chega o Wilson e baixa a porta dos boxes, não sei para que, pois eles eram totalmente vazadas. Olha pro Emerson, e com um pontinha de esperança pergunta:

- E ai ?

Emerson responde:

-Não anda e não vai andar nunca, jogamos três milhões de dólares no lixo, o carro parece uma banana assada de tanto que torce quando tenta fazer curva...

Lembro bem do Wilsinho passar a mão entre os cabelos e perguntar:

-E agora ?

Emerson responde:

-Agora, você leva tudo embora que eu não piloto mais esta encrenca.

De macacão, Emerson deixa os box pela parte de trás, entra na BMW do Wilsinho e sai acelerando... Wilsinho com as mãos nas cadeiras, lentamente move a cabeça e olha fixamente para mim. EU não estava lá, ele não me viu, tinha coisas mais preocupante a pensar. Barulho da porta e entra Divilla no box:

-Cadê o Emerson?

WF

-Foi embora...

Wilsinho, lentamente dá um movimento de meia volta e para....

-Porra, ele foi com o meu carro....

Mario Marcio G. Souto Maior - "Cuca"

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Guia...

Temporada de 1973...

XVI GP dos EUA - circuito de Watkins Glen...

Jackie Stewart (Tyrrell) guiando jornalistas pelo circuito de watkins glen durante o final de semana...

Com o tricampeonato já assegurado, foi sua última participação como piloto na categoria...

terça-feira, 26 de abril de 2016

Canguru...

Temporada de 1995...

LX GP da Austrália - circuito de Adelaide...

#5 - Damon Hill - Rothmans Williams Renault - Williams FW17B - motor Renault RS7 V10 3.0 - pneus Goodyear...

Largando da pole position, Hill liderou 60 das 81 voltas sagrando-se vencedor do GP australiano...

Olivier Panis (Ligier) e Gianni Morbidelli (Footwork) completaram o pódio...

Além da Pole Position e da vitória, Damon Hill anoutou ainda a volta mais rápida da prova com o tempo de 01:17.943...

--> 13ª vitória de Damon Hill; 1º e único pódio de Gianni Morbidelli; 83ª vitória da equipe Williams; 1º e único pódio da equipe Footwork; 74ª vitória do motor Renault na F-1...

domingo, 24 de abril de 2016

Petrodólares...

Temporada de 1982...

XXI GP do Canadá - circuito de Montreal...

#6 - Keke Rosberg - TAG Williams Team - Williams FW08 - motor Ford Cosworth DFV V8 3.0 - pneus Goodyear...

O finlândes Keke Rosberg durante os preparativos para os treinos classificatórios do GP canadense...

Na prova Rosberg não teve melhor sorte: largando da 7ª posição do grid, abandonou a disputa no giro #52 com problemas no câmbio de seu FW08...

Após 70 voltas o vencedor foi Nelson Piquet. Riccardo Patrese, o 2º colocado, completou a 'dobradinha' da Brabham. John Watson (McLaren) fechou o pódio...

O Pole Position foi Didier Pironi (Ferrari) que anotou ainda a volta mais rápida da prova com o tempo de 01:28.323...

--> 7ª vitória de Nelson Piquet; 5ª e última melhor volta de Didier Pironi; 28ª vitória da equipe Brabham; 100º GP da equipe Ligier e 1ª vitória do motor BMW na F-1...

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Lambo 291...

Temporada de 1991...

LIII GP da Alemanha - circuito de Hockenheim...

#34 - Nicola Larini - Modena Team SpA - Lamborghini 291 - motor Lamborghini 3512 V12 3.5 - pneus Goodyear...

Partindo da 24ª posição do grid o italiano Larini não foi feliz no GP alemão. Ainda no giro inicial acabou rodando e abandonando a disputa.

Foram 34 carros inscritos, 26 que largaram. E após 45 voltas a vitória foi de Nigel Mansell com Riccardo Patrese na 2ª posição completando a 'dobradinha' da Williams. Jean Alesi (Ferrari) completou o pódio...

O Pole Position foi Nigel Mansell e a volta mais rápida da prova foi anotada por Riccardo Patrese que marcou o tempo de 01:43.569...

--> 19ª vitória de Nigel Mansell; 48ª vitória da equipe Williams e 28ª vitória do motor Renault na F-1...

quinta-feira, 21 de abril de 2016

21 de abril...

Temporada de 1985...

XIV GP de Portugal - circuito de Estoril...

#12 - Ayrton Senna - John Player Special Team Lotus - Lotus 97T - motor Renault EF4 V6 t 1.5 - pneus Goodyear...

Num dia como esse Senna conquistava sua primeira vitória na F1 e debaixo de muita chuva...

Uma vitória incontestável... 

Largando da pole position Senna liderou todas as 67 voltas da prova e ainda cravou a melhor volta com o tempo de 01:44.121...

Michele Alboreto (Ferrari), o 2º colocado, ficou a 1min e 3s atrás de Senna. Patrick Tambay (Renault) completou o pódio...

--> 1ª pole position e 1ª vitória de Ayrton Senna; 10º pódio de Patrick Tambay; 73ª vitória da equipe e 16ª vitória do motor Renault na F-1...

Leões...

Temporada de 1986...

XXXIX GP da Inglaterra - circuito de Brands Hatch...

#5 - Nigel Mansell - Canon Williams Honda Team - Williams FW11 - motor Honda RA166E V6 t 1.5 - pneus Goodyear...

O inglês Mansell sob o olhar de Frank Williams durante os treinos classificatórios para o GP britânico...

Mansel partiu da 2ª posição do grid e no giro #23 assumiu a dianteira da prova até a bandeirada final.

Após 75 voltas e com a vitória de Mansell, Nelson Piquet, seu parceiro de Williams, terminou a prova na 2ª posição com quase 6s de desvantagem... Alain Prost (McLaren) completou o pódio...

O Pole Position foi Nelson Piquet e a volta mais rápida da prova foi anotada por Nigel Mansell com o tempo de 01:09.593...

--> 6ª vitória de Nigel Mansell; 20ª pole position de Nelson Piquet; 50º GP de Thierry Boutsen; 176º e último GP de Jacques Laffite; 27ª vitória da equipe Williams; 130º pódio da equipe McLaren; 50º GP da equipe Lola e 12ª vitória do motor Honda na F-1...